Filho da Roça

Zé Tapera e Teodoro

Compositor: Zé do Rancho

Eu sou da roça e quero bem o meu povo
Quando eu deixar meu São Paulo volto pra roça de novo
Eu sou da roça e quero bem o meu povo
Quando eu deixar meu São Paulo volto pra roça de novo

Eu deixei a minha terra
Tá fazendo tanto tempo
Deixei meus pais, meus amigos
Chorando de sentimento

Os anos que tive ausente
Não conseguiram apagar
A dor que meu peito sente
Com vontade de voltar

Eu sou da roça e quero bem o meu povo
Quando eu deixar meu São Paulo volto pra roça de novo
Eu sou da roça e quero bem o meu povo
Quando eu deixar meu São Paulo volto pra roça de novo

Volto ao meu povoado
De gente simples e sincera
Onde não existe orgulho
E a honestidade impera

Me perdoe os meu colegas
Que eu terei que deixar
Mas aqui nem amizades
São como as que existem lá

Eu sou da roça e quero bem o meu povo
Quando eu deixar meu São Paulo volto pra roça de novo
Eu sou da roça e quero bem o meu povo
Quando eu deixar meu São Paulo volto pra roça de novo

Deixarei esta cidade
Onde não se tem vizinho
No meio de tanta gente
A gente vive sozinho

Devo muito a meu São Paulo
Tenho que reconhecer
Mas quem se criou na roça
É lá que deve viver

Eu sou da roça e quero bem o meu povo
Quando eu deixar meu São Paulo volto pra roça de novo
Eu sou da roça e quero bem o meu povo
Quando eu deixar meu São Paulo volto pra roça de novo

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital