Japonês No Saravá

Zé Tapera e Teodoro

Compositor: João Gonçalves / Teodoro

Um japonês muito rico
Um famoso fazendeiro
Começou a namorar
A filha de um brasileiro

Somente pra passar tempo
Um namoro passageiro
O amor da pobre moça
Era puro e verdadeiro
Japonês não quis casar
Deixou a moça chorar
Preferiu viver solteiro

Lá no campo da fazenda
Um sapo a moça enterrou
No prazo de pouco tempo
O japonês se quebrou

Sua lavoura de batata
Veio a mucheira e matou
A lavoura de tomate
A ferrugem devorou
Pra salvar as plantações
Ele gastou seus milhões
Mas disso adiantou

Vendo tudo de água abaixo
Acabando o seu dinheiro
O japonês resolveu
Procurar um macumbeiro

Foi pro estado da Bahia
Cidade de Juazeiro
Afim de limpar seu corpo
E tirar seu desespero
Num saravá ele entrou
A sua história contou
Pro velho pai do terreiro

O japonês fez certinho
O que o baiano mandou
Chegou na sua fazenda
O sapo desenterrou

Com a moça brasileira
Mais que depressa casou
Graças a este trabalho
Sua riqueza voltou
Vive feliz no seu lar
Pro baiano batizar
Seu filhinho ele levou

(Com licença, non senhoro!
Japoneso agora muito contente tá
Deu certo o que eu falei pra tu?
Bastante senhoro. Japoneso casô com moça fundo de copo, essa que tá aqui
Japoneso até trazeu o japonesinho pra batizá
Agora japonesinho tá todo verdinho, verdinho
Japoneso agora qué sê compadre pai de santo, ê ê ê, garantido, no?)

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital